CLIQUE NO ÍCONE PARA IMPRESSÃO DO PAINEL

Total de Acidentes em Rodovias Federais

Carregando...
carrobatendo
Carregando...
Carregando...
carro
Carregando...
Carregando...
De 2010 a 2017, os acidentes em rodovias federais tiveram uma redução de 51,3%. Esse número é particularmente relevante na medida em que foi alcançado, apesar do crescimento do número de veículos em circulação (67,4%). Acompanhando essa tendência, o índice de mortes por acidentes por mil, foi reduzido em 32,7%, caindo de 21 para 14. Nos anos de 2015 e 2017, a redução nos índices de acidentes rodoviários tiveram suas maiores quedas, deixando o patamar de 170 mil acidentes por ano e passando para 90 mil acidentes por ano, ocorrendo o mesmo com o número de vítimas fatais, que caíram aproximadamente 24% neste mesmo período em rodovias federais.

Acidentes Ferroviários e Aeroviários

Carregando...
Carregando...
De 2010 a 2017, a aviação civil brasileira vem oscilando em relação ao número de acidentes registrados por ano, e de acordo com os dados apurados no Sumário Estatístico do CENIPA, observa-se que ocorreram 3.961 acidentes, entre os anos de 2010 e 2017, com média de 495 acidentes ano. De 2013 em diante, verifica-se o decréscimo de 48,1%, muito embora este número tenha tido um crescimento de 4,9% em 2017, relativamente ao ano anterior.
Carregando...
Carregando...
De 2010 a 2017, o sistema ferroviário brasileiro vem oscilando em relação ao número de acidentes registrados por ano, e de acordo com os dados apurados no Sistema de Acompanhamento e Fiscalização do Transporte Ferroviário (SAFF) da ANTT, observa-se que ocorreram 6.594 acidentes, entre os anos de 2010 e 2017, com média de 824 acidentes ano.
Carregando...

Acidentes Aquaviários

Carregando...
Carregando...
Carregando...
De acordo com os dados da DPC, em 2016, registrou-se uma queda nos acidentes envolvendo motos aquáticas durante o primeiro semestre, em comparação ao mesmo período de 2015, em que foram notificados 11 casos, contra 29 ocorridos nos primeiros seis meses do ano anterior. Cabe ressaltar que, no período, houve um acréscimo de inscrições de mais de 3% no quantitativo deste tipo de embarcação.