CLIQUE NO ÍCONE PARA IMPRESSÃO DO PAINEL

Infraestrutura

Durante o período de 2010 a 2014, os investimentos públicos e privados em infraestrutura aeroportuária apresentaram crescimento, tendo em vista as necessidades para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016. Esse valor chegou a quadruplicar comparando 2013 em relação a 2010, contudo em 2017, os investimentos públicos, excluídos os realizados pela INFRAERO, apresentaram queda quando comparados com 2016 (-12%) ou com 2015 (-37%).

Carregando...
Carregando...

Infraestrutura e Movimentação

Carregando...
Carregando...

O Brasil possui 112 aeródromos públicos que recebem voos regulares e 1.806 aeródromos privados. Dos aeródromos públicos 18 recebem voos internacionais. No âmbito do mercado doméstico do transporte aéreo brasileiro, os dez principais aeroportos do país concentram mais de dois terços da movimentação de passageiros, sendo que os aeroportos de Guarulhos (SBGR) e de Congonhas (SBSP), na Região Metropolitana de São Paulo, detêm cerca de 25% da movimentação nacional.

Carregando...

Frota de Aeronaves

De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Aviação (IBA), entre 2014 e 2017 houve uma redução de 51 aeronaves no total da frota comercial brasileira, o que corresponde a uma queda de 7,3% na frota de aeronaves, principalmente oriunda dos esforços das companhias de aviação para reduzir custos operacionais. Alternativamente, buscaram o uso de aeronaves maiores, que possuem o custo unitário por passageiro menor.
Carregando...

Indicadores Operacionais

Apesar do ano de 2017 ter registrado uma maior quantidade no número total de passageiros pagos transportados, em relação ao ano de 2016 (crescimento de 2%), observa-se que a quantidade no número de voos nos mercados doméstico e internacional anotaram 2,55% de redução para o mesmo período, evidenciando a melhoria na eficiência operacional do setor. O preço do quilômetro pago por passageiro (yield médio doméstico real), que permite a comparabilidade entre ligações com diferentes distâncias, apresentou queda de 8,8% em 2017 com relação a 2016, fechando em R$ 0,36; o menor da série histórica 2010 a 2017.
Carregando...
Carregando...
Carregando...
Carregando...

Embarques e Desembarques

Carregando...
Carregando...
Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carga Transportada

Desde 2011, observa-se redução significativa no volume de carga aérea doméstica transportada, passando de 395 mil t naquele ano para 311 mil t em 2016. Na comparação com 2010, o ano de 2016 apresentou variação de -7,5%. Ao se comparar 2017 em relação a 2016 e 2015, o crescimento foi de 7,5% e 0,9%, respectivamente, porém ainda abaixo do verificado no ano de 2014, quando o volume movimentado foi de 373 milhares de toneladas, cerca de mil toneladas em média por dia.

Carregando...
Carregando...
Carregando...
Carregando...
Carregando...