Seu navegador não suporta javascript!

Notícia

Home > Notícias > Notícia

01 de novembro de 2018

Com estudos realizados pela EPL, leilão da Rodovia de Integração do Sul tem deságio de 40,53 por cento

A concessão da Rodovia de Integração do Sul (RIS) foi leiloada na manhã desta quinta-feira (01), na bolsa de valores B3, em São Paulo.

O projeto da RIS, que é composta pelas rodovias BR-101, 290, 386 e 448, no Rio Grande do Sul, foi ajustado pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL) com base em dados técnicos qualificados e projeções de demanda e investimentos necessários obtidos com rigor e confiabilidade.

A vencedora foi a Companhia de Participações em Concessões, do grupo CCR, que ofertou 40,38% de deságio sobre o valor-teto da tarifa de R$7,24, o que resulta em um valor de tarifa fixado em R$ 4,30.

Pelo contrato, a concessionária deve realizar investimentos da ordem de R$ 7,8 bilhões ao longo de 30 anos.

O diretor-presidente da EPL, Jorge Bastos, esteve presente no certame e ressaltou que o sucesso do leilão irá abrir caminho para que o Governo Federal realize novas concessões para a infraestrutura de transportes do país.

“A EPL continua a desenvolver e estruturar projetos para que o governo possa lançar novos editais. São projetos feitos dentro dos mais altos padrões técnicos de qualidade e viabilidade.”

Já o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, afirmou que o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) lançará, até o fim do ano, novos editais para projetos que serão leiloados no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

O processo de licenciamento ambiental para a BR-386/RS, que integra a RIS, também é responsabilidade da EPL e já está em andamento.