Seu navegador não suporta javascript!

Notícia

Home > Notícias > Notícia

06 de dezembro de 2018

EPL cresce em avaliação do TCU sobre governança e gestão públicas

Um levantamento anual realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) mostrou que a Empresa de Planejamento e Logística (EPL) aprimorou seus mecanismos de governança em 2018. A empresa teve um crescimento no índice integrado de governança e gestão públicas (iGG), com um aumento de 13% em relação ao exercício anterior.

Com a participação de 498 organizações públicas, o levantamento foi dividido em cinco contextos de atuação: governança pública, pessoas, tecnologia da informação, contratações e resultados.

Entre as estatais avaliadas, a EPL ficou entre as 20 mais bem colocadas.

Para o diretor-presidente da empresa, Jorge Bastos, o resultado mostra o empenho da EPL na boa governança e boas práticas na gestão pública.

“A atenção a esses indicadores propostos pelo TCU demonstra que a EPL está alinhada com os órgãos de controle para garantir a melhor prestação de serviços para o Estado”, disse.

Para o Diretor de Gestão da empresa, Maurício Malta, o relatório do TCU demonstra que o compromisso de sua diretoria com ações de transparência, compliance e governança trouxeram bons frutos.

“Compartilhar resultados de governança e boas práticas de gestão é um dever de todo gestor público”, disse o diretor.

Segundo Adailton Cardoso Dias, diretor de Planejamento da EPL, o alto nível de governança contribui diretamente para o êxito das atividades finalísticas da empresa.

“As boas práticas de gestão dão celeridade aos processos realizados na EPL, o que impacta na qualidade e tempestividade dos projetos”, disse.

Na avaliação do Tribunal, no contexto de governança pública a EPL alcançou nível máximo nos temas de liderança e accountability. Os destaques foram os indicadores de “gestão do desempenho da alta administração”, “zelo pelos princípios de ética e conduta” e “promoção da transparência, responsabilidade e prestação de contas”.

Na área de pessoas, o índice de governança subiu 15% em relação ao ano anterior. Os itens “desenvolvimento de competências dos colaboradores e gestores”, “gestão estratégica para pessoas” e “construção de um ambiente de trabalho ético e favorável” foram os mais bem avaliados.

Já o índice de Tecnologia da Informação apresentou um salto expressivo de 27% no ano de 2018, colocando-se hoje no perfil aprimorado de governança e gestão.

O detalhamento da avaliação deixou evidenciado o nível avançado da empresa nos temas de “modelo de gestão de TI”, “capacidade em monitoramento e desempenho de TI”, “capacidade em resultados de TI”, “capacidade em planejamento de TI” e “capacidade em gestão de pessoal de TI”.

Na área de contratações houve um avanço de 10% em relação a 2017.

O TCU realiza levantamentos sistematicamente para conhecer melhor a situação de governança no setor público e estimular as organizações a adotarem boas práticas de governança.

Clique aqui para baixar o relatório completo do TCU sobre a EPL.